A IMPORTÂNCIA DA PRÁTICA INICIÁTICA

  "Todos os Avataras sempre induziram o Homem a redimir-se das suas quedas, a levantar- se e a andar para  a frente, a salvar-se pelos seus próprios esforços e a procurar conhecer a si mesmo.

  Aqueles  que  assim  procedem  são  os  que  se  antecipam  à  sua  época. À medida  que  o  homem  avança  no  Caminho  da  Iniciação  vai-se  harmonizando  com  as  Leis  da Natureza, a ponto das mesmas lhe serem dóceis e obedientes.  

  A  Fonte  das  Forças  Cósmicas  é  o  Sol.  Segundo  ensina  a  Ciência  Sagrada,  o  Sol  é  o coração do nosso Universo e como tal ele pulsa num movimento de expansão e retracção, como se fosse o movimento de sístole e diástole do coração. 
Ao expandir-se ou retrair-se, o Sol emite e recebe poderosas e variadas energias. Estas energias percorrem o espaço por vias bem definidas chamadas  Nadhis  Cósmicos.  As  mesmas  são  de  sete  espécies  diferentes  chamadas  pelos Iniciados hindus de Tatwas. 

  Existe  um  conjunto  de  práticas  usadas  desde  a  mais  remota  Antiguidade  que  visam preparar o Aspirante para captar essas energias a fim de promover a sua Iluminação Espiritual. Segundo a Filosofia de Patanjali, trata-se de um conjunto de preceitos considerados “inalterados pelo tempo, espaço, propósitos e regras de castas e constituem os grandes votos universais”". 
Ocorreu um erro neste dispositivo