Frei Damião


Mensagem


Amar a Deus não é amar um ser distante, amar a Deus não é amar apenas os nossos amigos ou as pessoas com quem nos sentimos bem, quem ama a um Deus distante não é por amor mas sim por medo ou ignorância.
Amar apenas os nossos amigos ou a quem nos faz bem, é a desculpa para nos sentirmos bem connosco próprios.
Amar os nossos inimigos, ver neles o que há de bom esquecendo o que “julgamos” terem de mal; isso é amar a Deus pois nunca sabemos quando não é Deus quem ali está representado para dessa forma sermos colocados á prova.
Ser Espirita não é tratar doentes; isso não passa de um trabalho espiritual que ajuda mais a Vós que aos pacientes.
Ser espirita é amar a nossos inimigos, amar a quem nos faz mal e a quem nos faz bem. Uma coisa é pensar que o faço outra é fazê-lo. Ser espirita é não só amar a Deus, a nossos inimigos e amigos mas também estar bem com todos eles, aceitando-os como são e respeitando-os. Ninguém ama a Deus se não ama e aceita seus inimigos, mais ainda:
Só ama Deus aquele que não tem amigos nem inimigos, só ama Deus aquele que apenas tem IRMÃOS.

(Mensagem do frei - Damião)

As Três Peneiras


Mário foi transferido de Departamento.
Logo no primeiro dia, para cair nas graças do novo chefe,
Saiu-se com esta:
- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram
A respeito do Silva. Disseram que ele...
Nem chegou a terminar a frase, Jorge, o chefe, apartou:
- Espere um pouco, Mário.
O que me vai contar já passou pelo crivo das três peneiras?
- Peneiras? Que peneiras, Chefe?
- A primeira, Mário, é a da VERDADE.
Você tem certeza de que esse facto
É absolutamente verdadeiro?
- Não. Não tenho. Como posso saber?
O que sei foi o que me contaram. Mas eu acho que...
E, novamente, Mário é interrompido pelo chefe:
- Então a sua história já não passou na primeira peneira.
Vamos então para á segunda peneira que é a da BONDADE.
O que você me vai contar,
Gostaria que os outros também dissessem a seu respeito?
- Claro que não! Deus me livre, Chefe! - Diz Mário, assustado
- Então, - continua o chefe -
A sua história não passou na segunda peneira.
- Vamos ver a terceira peneira, que é a da NECESSIDADE.
Você acha que é mesmo necessário contar-me
Esse facto ou mesmo passá-lo adiante?
- Não chefe. Passando pelo crivo dessas peneiras,
Vi que não sobrou nada do que eu iria contar...
- Diz Mário, surpreendido.
- Pois é Mário.
Já pensou como as pessoas seriam mais felizes
Se todos usassem estas peneiras?
Diz o chefe sorrindo e continua:
- Da próxima vez que surgir um boato por ai,
Submeta-o ao crivo destas três peneiras:
Verdade – Bondade – Necessidade,
Antes de obedecer ao impulso de passá-lo adiante, porque:

PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDEIAS,
PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS,
PESSOAS MEDÍOCRES FALAM SOBRE PESSOAS.

Se Puder Ainda Hoje


Se Você Puder Ainda Hoje:

Olvide contratempos;
E mostre um sorriso mais amplo a todos os que compartilham a sua vida;
Dê mais um toque de felicidade e de beleza ao seu recanto doméstico;
Faça a visita, mesmo ligeira, ao doente que você deseja reconfortar;
Escreva, ainda que simples bilhete, transmitindo esperança e tranquilidade, em favor de alguém;
Melhore os seus conhecimentos, no sector do trabalho a que esteja empregado o seu tempo;
Estenda algo mais de optimismo e de alegria aos que se encontrem nas suas faixas de convivência;
Procure esquecer, mas esquecer mesmo, tudo o que seja motivo de tristeza ou aborrecimento;
Leia uma página edificante e escute música que pacifique o coração;
Dedique alguns minutos á meditação e á prece;
Pratique, pelo menos uma boa acção sem contar isso a ninguém.
Estas indicações de apoio espiritual, se forem observadas, farão grande bem aos outros,
Mas especialmente
A SI MESMO.
(Psicografia de Francisco Cândido Xavier)

Arrogância e Prepotência

Obrigado

EVITE A ARROGÂNCIA E A PREPOTÊNCIA.
O QUE TORNA UMA PESSOA IMPORTANTE NÃO É A POSIÇÃO QUE OCUPA NA SOCIEDADE,
NEM O DINHEIRO QUE POSSUI,
NEM A AUTORIDADE QUE EXERCE.
O QUE A TORNA PARTICULARMENTE BELA E IMPORTANTE,
QUERIDA E RESPEITADA,
É A SUA SIMPLICIDADE,
A SUA EDUCAÇÃO NO FALAR E NO AGIR.
OS QUE SÃO POLIDOS,
QUANTO MAIS IMPORTANTES FOREM NO QUE REPRESENTAM,
MAIS SIMPLES E AGRADÁVEIS SE TORNAM.
NÃO GRITAM,
NÃO DÃO ORDENS QUE DIMINUAM A DIGNIDADE DO OUTRO.
EM RESUMO,
SÃO AQUELES QUE,
ANTES,
DIZEM: “POR FAVOR” ,
E DEPOIS,
NÃO SE ESQUECEM DE DIZER: «OBRIGADO»

Você Faria o Mesmo?


Você Faria o Que Fizeram Por Si?

É uma típica tarde de sexta-feira e está a conduzir em direcção a sua casa. Sintoniza o rádio. O noticiário está a falar de coisas de pouca importância.
Numa cidadezinha distante morreram 3 pessoas de uma gripe até então, totalmente desconhecida.
Não presta atenção ao acontecimento.

Na segunda-feira quando acorda, escuta que já não são 3, mas 30.000, as pessoas mortas pela tal gripe, nas colinas remotas da Índia. Um grupo do Controle de Doenças dos EUA foi investigar o caso.

Na terça-feira, já é a noticia mais importante, ocupando a primeira página de todos os jornais, porque já não é só na Índia, mas também no Paquistão, Irão e Afeganistão. Estão a chamar a doença de "La Influenza Misteriosa" e todos se perguntam: Que faremos para a controlar?

Então, uma notícia surpreende a todos. A Europa fecha as suas fronteiras, seguida pelos EUA e Japão. Mas um doente aparece num hospital da França.
Começa o pânico... o vírus alastra-se por todo o mundo.
As informações dizem que quando se contrai o vírus, em quatro dias de sofrimento, morre!
Todo o mundo assiste sem nada poder fazer, milhares de pessoas morrem....
As igrejas começam a encher de fervorosos, em orações a pedir pela descoberta da cura, enquanto os cientistas continuam a trabalhar na descoberta de um antídoto, mas nada funciona. De repente, vem a notícia esperada: Conseguiram decifrar o código do ADN do vírus. É possível fabricar o antídoto! É preciso, para isso, conseguir sangue de alguém que não tenha sido infectado pelo vírus.

Corre por todo o mundo a notícia de que as pessoas devem ir aos hospitais fazer análise do seu sangue e doar para a fabricação do antídoto. Você vai como voluntário com toda sua família, questionando-se: o que acontecerá? Será este o final do mundo?

De repente o médico sai a gritar um nome... o menor dos teus filhos está a teu lado, agarra-se á tua camisa e diz: Pai? é o meu nome! E antes que possa racionar, estão a levar o seu filho e você grita: Esperem! E eles respondem: está Tudo bem! O sangue dele está limpo, é sangue puro. Achamos que ele tem o sangue que precisamos para o antídoto.

Depois de 5 longos minutos, saem os médicos a chorar e a rir ao mesmo tempo. O médico mais velho aproxima-se e diz: Obrigado senhor! O sangue do seu filho é perfeito, é limpo e puro, finalmente o antídoto pode ser fabricado. A notícia espalha-se por todos os lados. As pessoas estão a orar e a rir de felicidade.

Nisto o médico aproxima-se de si e da sua esposa e diz: Podemos conversar um momento? Não sabíamos que o dador seria uma criança e precisamos que o senhor assine uma autorização para usarmos o sangue do seu filho.

Quando está a ler, percebe que não mencionaram a quantidade de sangue que irão usar e pergunta: Qual a quantidade de sangue que vão usar? O sorriso do médico desaparece e ele responde: Não pensávamos que fosse uma criança. Não estamos preparados, precisamos de todo sangue do seu filho! Não pode acreditar no que ouve e trata de contestar: Mas... Mas... – O médico insiste: o senhor não compreende? Estamos a falar da cura para toda humanidade!!! Por favor, assine! Nós precisam de todo o sangue. Assine. Por favor, assine!

Em silêncio, e já sem sentir a caneta na mão, você assina. Perguntam-lhe: Quer ver seu filho? Caminha na direcção da sala de emergência onde se encontra o seu amado filho, sentado na cama a dizer: Pai!? Mãe!? O que está a acontecer?
Você segura a mão dele e diz: Filho, tua mãe e eu amamos-te muito e jamais permitiríamos que te acontecesse algo que não fosse necessário, entendes?
O médico regressa e diz: Sinto muito senhor, precisamos começar, pessoas do mundo inteiro estão a morrer... pode sair? Ao virar para sair, o seu filho pergunta: Pai? Mãe? Porque me estão a abandonar?

E na semana seguinte, quando fazem uma cerimónia para honrar o seu filho, algumas pessoas ficam em casa a dormir, outras não vêm porque preferem fazer um passeio ou assistir a um jogo de futebol na TV e outras vêm com um falso sorriso, como se realmente, não se estivessem a importar.
Tem vontade de parar e gritar: O MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SE IMPORTAM COM ISSO?

Talvez isto seja o que DEUS nos quer dizer: MEU FILHO MORREU POR VOCÊS!!! NÃO SABEM O QUANTO VOS AMO?
É curioso, o simples que é para as pessoas debocharem de Deus e dizer que não entendem como o mundo caminha de mau para pior. É curioso como acreditamos em tudo o que lemos nos jornais, mas questionamos as palavras de Deus. É curioso como todos querem ir para o Céu, mas nada fazem para o merecer.
É curioso como as pessoas dizem: "Eu creio em Deus!" mas com suas acções mostram totalmente o contrário.
É curioso como consegues enviar centenas de piadas através de um correio electrónico, mas quando recebes uma mensagem a respeito de Deus, pensas duas vezes em compartilhá-la com os outros. É CURIOSO, NÃO É?

Mais curioso ainda é ver como alguém pode estar tão aceso por Deus no domingo e ser um cristão invisível pelo resto da semana.
É curioso que muitos ao lerem essa mensagem não a mandarão aos seus amigos porque não estão certos daquilo em que eles crêem e do que vão pensar.
Onde está a prova de tudo isso?

LEIA OBRAS EDIFICANTES!!!

Riqueza dos Sentidos


Reflexão

Será que nascemos, vivemos e morremos, acabando assim tudo?Ainda não vi um morto levar o ferrari...
já vi pessoas terem o merecimento de morrer sem dor, em Paz...
qual o sentido de querer tanto? o que devemos querer mais? riquezas materiais ou espirituais? este é um tema complicado, que faz com que procurando um sentido para a Vida, estude e desenvolva alguns muito pequenos conhecimentos sobre esta matéria.


Não acredito, que tudo acabe quando desencarnamos, morremos, ou como lhe queiram chamar, qual seria o sentido da vida? penso que, cada passagem neste plano é como uma escola, em que somos repetentes, ou passamos ao ano lectivo seguinte, consoante o que aprendemos ou não no ano lectivo anterior.
Desta forma, a reencarnação preenche este espaço, esta lacuna, ganhando assim sentido, todo o sentido.

Estudo e aprofundo esta matéria com professores, médicos, juizes, advogados, empregadas domésticas, etc. etc., assim sendo, não é uma questão de formação ou educação, mas sim de entendimento ou crença, como queiram chamar.

A não crença não será uma forma de justificar, perante mim mesmo que posso continuar a ser como sou? materialista, egoísta, etc. sem assim ter de dormir com a minha consciência pesada? penso que sim, não serei eu um repetente no próximo ano lectivo?
E pior que isso, se não aprendo, tendo até muitos brinquedos nesta vida (dinheiro, saúde, amigos, etc.), pode ser, que no próximo ano lectivo me tirem algum desses brinquedos, para me dedicar mais aos ensinamentos, e acharei então que Deus é injusto, tal como o aluno, que acha injusto o professor que o não deixa ir ao recreio, para ele estudar nesse tempo.
"quem corre atrás de seus sonhos é... sonâmbulo".

Lisboa - Porto


Viagem

A vida é uma estrada que já existia quando aqui cheguei, uma estrada que me leva de um sítio a outro a qual percorro tentanto absorver a paisagem, aprender com as dificuldades da mesma quando a percorro a pé e aproveitando quando viajo de carro para ultrapassar as zonas mais atribuladas.
Sim, como qualquer estrada, tem zonas com buracos ou bermas baixas.

Sem sair da metáfora e comparando á realidade, imagino que vou de lisboa para o porto, posso escolher várias estradas que me levem até lá, posso ir de auto-estrada e aí nao aprendi nada, apenas viajei de um ponto ao outro.
Posso ir pela estrada nacional ou por qualquer outra de tantas que me podem levar até lá.
O importante é que escolha eu a estrada que escolher, nada mudo ou altero nela, apenas a percorro e consoante a escolha assim viajarei melhor ou pior, mais ou menos confortável.

Se viajo pela autoestrada, vou mais confortável mas a viajem é nua, desprovida de paisagem, pessoas e lugares; se viajo por qualquer outra, posso ter uma viajem mais atribulada, mas tenho outra paisagem da vida, encontro outros seres e até outras dificuldades atendendo ao mau piso da mesma, mas uma certeza eu tenho: no final da viajem sou um ser mais rico em conhecimento e vivência.

Sim, é verdade que apenas percorro a estrada escolhida sem nada alterar nela mesmo pensando que o faço a cada instante, ILUSÃO; eu nao altero nada na estrada da vida, o que acontece é que como na estrada para o Porto de onde em onde, um cruzamento, uma encruzilhada surge e aí eu posso mudar de estrada se estiver cansado ou arrependido da escolha que fiz, mas ao escolher esse novo caminho, escolho ás escuras, IMAGINANDO isto ou aquilo, escolho o que lá estiver de bom ou de menos bom nessa estrada.

Por isso, não adianta acusar a Vida, acusar a um Deus ou inventar sortes e azares, devo sim repensar as escolhas, olhar para dentro de mim, analizar e mudar o que esteja de errado no que penso, digo e faço, um dia, com maior auto-conhecimento escolherei a estrada certa para esta viagem pois sei que chegarei um dia ao porto assim como um dia saí de lisboa nesta viagem da vida, apenas quero encontrar o caminho mais correcto e mais equilibrado, até lá, suportarei as dificuldades do caminho pois a escolha foi minha, tudo o que me econtece é culpa minha e não dos outros.

Sem Fronteiras



Sem Fronteiras

Tema difícil, Não sou crente em nenhuma religião, mas usando uma frase de Jesus Cristo "...não será esta minha mãe também? todos que me queiram bem serão meus pais e minhas mães....

Não sei colocar de pé a frase, pois como disse antes, não frequento o meio, mas acredito que filho, mãe ou pai depende dos olhos de quem vê e do coração de quem sente e não uma mera equação sanguínea.
Acredito que quem não respeita, ama ou ajuda o filho do próximo tanto quanto o seu próprio filho, não sabe o que é amar, não conhece o sentido de ser mãe ou pai e muito menos compreende o sentido da vida.

Quem ama não escolhe por raça, não escolhe por amizade ou por conhecimento e muito menos por sangue.

Penso que os pais e mães deste planeta, o são não por parir um filho pois o pai não o pariu e no entanto é pai, os pais e mães deste planeta deverão ser pais e mães por serem mais velhos, mais experientes e com mais conhecimento em relação aos mais novos, mas a vida mostra no dia a dia crianças que dizem ao conhecer um novo amiguinho ´ficas meu irmão" dando assim uma lição de vida aos mais velhos que defendem os seus filhos perante os filhos dos outros, provando assim que as crianças ainda não poluídas socialmente, são realmente mais puras e com mais conhecimentos espirituais que os próprios pais.

Não poluam os corações de vossos filhos que serão os pais e mães de amanhã, tão poluídos quanto um rio que nasce límpido e puro e que no seu curso vai ficando cada vez mais poluído pelos locais por onde passa chegando a cheirar mal tanto quanto os corações de muitos adultos.
Ocorreu um erro neste dispositivo