O que é Liderança?

Liderança é a arte de comandar pessoas, atraindo seguidores e influenciando de forma positiva mentalidades e comportamentos.
A liderança pode surgir de forma natural, quando uma pessoa se destaca no papel de líder, sem possuir forçosamente um cargo de liderança. É um tipo de liderança informal. Quando um líder é eleito por uma organização e passa a assumir um cargo de autoridade, exerce uma liderança formal.
Os três estilos clássicos de liderança, que definem a relação entre o líder e os seus seguidores, são: Autocrática, Democrática e Liberal (ou Laissez-faire).
Liderança Autocrática: É um tipo de liderança autoritária, na qual o líder impõe as suas ideias e decisões ao grupo. O líder não ouve a opinião do grupo.
Liderança Democrática: O líder estimula a participação do grupo e orienta as tarefas. É um tipo de liderança participativa, em que as decisões são tomadas após debate e em conjunto.
Liderança Liberal: Há liberdade e total confiança no grupo. As decisões são delegadas e a participação do líder é limitada.
Numa organização, a liderança é um tema de fundamental importância, pois está relacionado com o sucesso ou o fracasso, com conseguir ou não atingir os objetivos definidos.
Novas abordagens sobre o tema defendem que a liderança é um comportamento que pode ser exercitado e aperfeiçoado. As habilidades de um líder envolvem carisma, paciência, respeito, disciplina e, principalmente, a capacidade de influenciar os subordinados.
Liderança Espiritual - O Exemplo Supremo
Jesus Cristo é o exemplo supremo de liderança espiritual. Quando a maioria das pessoas pensa em liderança, geralmente imaginam um oficial militar dando ordens ou um patrão supervisionando de perto os seus empregados, certificando-se que todo o trabalho é feito. Estes aspectos podem ser parte da liderança, mas não são a essência da liderança espiritual.

A liderança espiritual é o oposto do que muita gente pensa. A liderança espiritual é liderança que serve. O próprio Jesus Cristo nos ensinou: "como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos" Jesus foi definitivamente um líder. Ele foi o líder dos doze discípulos e de um grupo muito maior de seguidores. Jesus não liderou dando ordens ou supervisionando, mas sendo um servo e servindo ao lado dos seus seguidores.

A liderança espiritual envolve humildade e executar tarefas que mais ninguém quer fazer. No tempo de Jesus, o ato de lavar os pés era para ser atribuído ao mais baixo dos servos. No entanto, na última ceia, Jesus humilhou-se e lavou os pés dos discípulos.

 
"Quando terminou de lhes lavar os pés, Jesus tornou a vestir a sua capa e voltou ao seu lugar. Então perguntou-lhes: Vocês entendem o que vos fiz?
Vocês chamam-me ‘Mestre’ e ‘Senhor’, e com razão, pois eu o sou.
 
Pois bem, se eu, sendo Senhor e Mestre de vós, vos lavei os pés, vocês também devem lavar os pés uns dos outros. Eu dei-vos o exemplo, para que vocês façam como vos fiz. Digo-vos verdadeiramente que nenhum escravo é maior do que o seu senhor, como também nenhum mensageiro é maior do que aquele que o enviou. Agora que vocês sabem estas coisas, felizes serão se as praticarem".

Liderança Espiritual - O que é preciso?
A verdadeira liderança espiritual, com um espírito de humildade e trabalho, fará com que as pessoas o sigam porque querem, não porque precisam. A genuína humildade e liderança espiritual são atraentes. As pessoas querem seguir uma pessoa que sirva ao seu lado e lhes dê um exemplo. Talvez o apóstolo Paulo ofereça o melhor resumo quando disse: "Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo".


A liderança espiritual insiste na humildade. A humildade é a atitude que coloca os outros antes de si mesmo, que considera as outras pessoas mais importantes que você mesmo. Dizia-se de Moisés, o líder de mais de um milhão de israelitas: "era o homem Moisés mui manso, mais do que todos os homens que havia sobre a terra" Quando uma pessoa acredita ser melhor do que outra, isso impede que se possa realmente cuidar do próximo.
A humildade permite servir aos outros de coração e, assim, estabelecer um exemplo que outros seguirão.

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo