Os Gauleses


Os Gauleses

Foram considerados bárbaros por escritores romanos e cristãos, que os viam como sanguinários e violentos.
Encontraram nos seus cultos unicamente práticas grosseiras. Realmente, no princípio, usavam sacrifícios humanos.
Estes, todavia, na maior parte decorria de execuções judiciais.
Deve-se considerar portanto , que ninguém pior do que a Santa Inquisição, para julgar o procedimento de um povo , que como qualquer outro , tiveram as suas crenças e os seus dogmas.

Até hoje, muitos países civilizados adoptam ainda a pena de morte.
É desconhecido o fundador da religião druídica e o autor dos Livros Sagrados, As Tríades.
"Há três unidades primitivas: Deus , Luz e Liberdade.Há três unidades de Deus: Ser infinito em si mesmo; Ser finito para com o finito; e estar em relação com cada estado das existências no círculo dos mundos".

Acreditavam na reencarnação; "A alma reveste as três formas rudimentares da vida e só adquire consciência e alcança a liberdade depois de permanecer por muito tempo imersa nos seus instintos primários. "Reportam-se ao nascimento do espírito já no plano material.
Que a alma percorre três círculos em estados sucessivos:Nasce na matéria, período mais primitivo, onde sofre o jugo da animalidade; o círculo das migrações para experiência e sofrimento em muitas encarnações, depois completa o seu aprendizado em diversos mundos.
E finalmente o círculo do infinito, morada da essência divina.No druidismo , cada um prepara e edifica o próprio destino, não havendo favorecimentos.Eis aí a lei do Karma com todas as implicações e consequências.

Os gauleses consideravam os despojos dos guerreiros, simples invólucros gastos, e como tal, indignos de atenção.Por isso, abandonavam insepultos no campo de batalha, para grande surpresa de seus inimigos.
Emprestavam dinheiro para ser pago na encarnação futura.

A comemoração dos mortos no primeiro de novembro é iniciativa gaulesa onde evocavam os entes queridos.
Transmitiam os ensinamentos oralmente e usavam as faculdades paranormais (magia, mediunidade, oráculos).

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo