Origens da Bruxaria Wicca


Bruxaria Wicca

Surgiu no período neolítico. Devido a analogia do parto, ver uma mulher a dar á luz a uma criança, parecia-lhes que todo o universo deveria Ter sido criado por uma Grande Mãe.

Teve origem em várias partes do mundo, mas Wicca iniciou na Irlanda, Inglaterra, Gales, Escócia , parte da Itália e a região da Britânia na França.

Quando os Celtas invadiram a Europa , quase mil anos antes de Cristo, trouxeram as suas crenças que deram origem á Wicca, que se expandiu por outras partes da Europa (Portugal, Espanha e Turquia). É claro que a bruxaria é anterior aos Celtas, mas eles mantiveram a tradição Wicca.

Na Sociedade Celta, nomes e bens da família eram passados de mães para filhas e eram respeitadas como sacerdotisas, mães, esposas e guerreiras que lutavam ao lado dos homens.

Na Inquisição, a Igreja matou milhões de pessoas, na sua maioria mulheres, doentes mentais, doentes físicos e por diversos motivos pessoais. Todos os tipos de bruxaria são derivados do Xamanismo primitivo.

Para a Wicca, existe um princípio criador, que não tem nome e está além de todas as definições. Deste princípio, surgiram as duas grandes polaridades, que deram origem ao universo e a todas as formas de vida.


A Grande Mãe representa a Energia Universal Geradora e é associada á lua, intuição, noite, escuridão, receptividade; é o inconsciente, o lado escuro e desconhecido da mente.
A contra parte, nasceu da Deusa pois achavam que toda a luz nasce da escuridão. Essa contra parte é o Deus, símbolo solar da energia masculina com atributos de coragem, fertilidade, saúde e alegria.

É preciso perceber o seu carácter simbólico e mítico, pois todas as coisas nascem do útero da Deusa Mãe e para ele tudo retornará.
Os rituais de Wicca tem a sua origem perdida no tempo e é o que hoje se pratica como bruxaria.

1 comentário:

Karagan disse...

Gostei bastante deste texto.
Convido a visitar o meu blog também

http://wiccaportugal.wordpress.com

Acho que vai gostar

BB

Karagan

Ocorreu um erro neste dispositivo